Encerrando a Semana do Rotaract com entrevista dada por um rotaractiano

Nada melhor do que encerrar a Semana Mundial do Rotaract com algumas palavras de um rotaractiano. Para este fim, temos Gabriel Kenji Weiss Tomizawa, do Rotaract Club de Pinhais, como colaborador do blog desta semana. Gabriel está no 2° ano de odontologia na Universidade Tuiuti do Paraná, e entrou na família rotária através do Interact. Seu projeto Baleia Branca, um contraponto ao sinistro jogo Baleia Azul, ganhou destaque no site do Rotary e também na revista Rotary Brasil. Fizemos algumas perguntas a ele sobre o Rotaract. Confira:  

O que o conduziu ao Rotaract e o que o motiva a continuar no clube? 

Bom, eu sou muito grato à família rotária e a muitas outras coisas. Tive muitas oportunidades, criei grandes amizades e fechei muitos ciclos nessa trajetória que estive dentro do Interact. Mesmo sabendo que o Interact e o Rotaract são diferentes, a essência é a mesma e a vontade de continuar mudando o mundo nunca mudou. Isso que me faz continuar no meu Rotaract Club.

Gabe club members

Continuar lendo

Anúncios

Na onda do Rotary

Por Brett Morey, presidente do Grupo de Companheirismo de Surfe e ex-presidente do Rotary Club La Jolla Golden Triangle, EUA

Você já pensou em transformar seu hobby em algo maior por meio do Rotary? Eu sou da Califórnia, EUA, e cresci fazendo bodyboard nas praias de Huntington Beach e Del Mar antes de começar a surfar, há 34 anos. Em maio do ano passado, tive a grande ideia de fazer algo diferente com a minha paixão pelo surfe.

Por anos, sempre ouvi os líderes da organização falarem sobre formas de tornar o Rotary mais divertido, com o envolvimento de jovens nas nossas atividades e a inclusão de mais pessoas no quadro associativo. Um dia pensei: por que não criar um Grupo de Companheirismo que organize atividades legais e envolva os participantes dos programas pró-juventude? Se há algo que o Rotary me ensinou foi que o impossível não existe.

youth

Continuar lendo

Uma nova perspectiva do Rotary

Por Ricardo Buso, associado do Rotary Club de Araras Alvorada, Distrito 4590

Minha relação com o Rotary começou de uma maneira inesperada. Sempre via o Rotary como um agrupamento de amigos interessados pela vida social – mais no sentido de badalação e nada além disso. No entanto, sempre soube que rotarianos são pessoas de respeito na sociedade. Via isso nitidamente em um amigo de trabalho chamado Breno Castellar, que era rotariano e demonstrava nitidamente satisfação com o Rotary e um envolvimento cada vez maior em ações voltadas à comunidade. Em outubro, mês rotário dedicado ao Desenvolvimento Econômico e Comunitário, este amigo me convidou para fazer uma palestra no seu clube, o Rotary Club de Araras. Honrado, prontamente aceitei o convite, sem jamais pensar que aquela experiência mudaria a minha imagem da organização. No dia marcado, cheguei ao clube com um pouco de nervosismo e fiquei surpreso com a atenção e os cuidados com que eu e minha família fomos recebidos. Nada de pompas e circunstâncias, mas um exemplo claro de acolhimento que, hoje em dia, é difícil de se ver. Continuar lendo

800 mil passageiros são recepcionados pela campanha Pessoas em Ação em San Diego

180126_daretodream

Anúncios da campanha Pessoas em Ação dão boas-vindas aos passageiros no Aeroporto Internacional de San Diego, em janeiro.

Por Scott Carr, governador em 2017-18 do Distrito 5340

Nós adoramos ser o distrito anfitrião do grande treinamento mundial que acontece todos os anos em San Diego, na Califórnia. É um prazer para mim e meus amigos do Rotary recepcionar companheiros do mundo inteiro logo que chegam no aeroporto, e também passar algumas horas com eles durante a noite da hospitalidade. Muitos deles viajam por mais de 20 horas até chegarem aqui, e aposto que eles se sentem em casa quando nos veem de braços abertos no aeroporto, dando-lhes as boas-vindas e indicando para onde eles devem se dirigir.

Continuar lendo

Mais um ano de sucesso e boas ações

Hoje é o aniversário do Rotary, uma data que merece ser comemorada. Afinal, 113 anos de existência e um lindo histórico de trabalho humanitário não são conquistas fáceis.

É impressionante pensarmos no quanto a organização evoluiu durante a sua trajetória. Um clube de profissionais e empresários que começou com Paul Harris e três amigos na cidade de Chicago, EUA, hoje é uma rede com mais de 1,2 milhão pessoas em centenas de países – homens e mulheres que se unem, trocam ideias e experiências, e entram em ação para fazer a diferença na vida dos que mais precisam.

4 rotarians Continuar lendo

Quatro maneiras de promover a paz por meio do Rotary

Segundo a Agência da ONU para Refugiados, 65,6 milhões de pessoas estão deslocadas devido a conflitos, violência ou perseguição. No Rotary, nós nos recusamos a aceitar essa realidade e nos dedicamos a projetos que tratam as causas dos conflitos, como pobreza, desigualdade, tensões étnicas e falta de acesso à educação.

20110226_HT_185

Continuar lendo

Por que estamos ignorando pessoas que querem fazer parte do Rotary?

Por Bob Wallace, coordenador do Rotary da Zona 24 Leste e associado do Rotary Club de Port Hope, no Canadá

No Instituto da nossa zona em Winnipeg, vi uma apresentação sobre o programa on-line de indicações de candidatos à associação ao Rotary. O que mais me chamou a atenção é que os distritos estão recebendo muitas solicitações de pessoas interessadas em se associar, mas não estão fazendo o devido acompanhamento e acabam perdendo muito com isso.

Depois do Instituto, estive na Sede Mundial do Rotary em Evanston, nos Estados Unidos, para participar de um treinamento como coordenador do Rotary. Brian King, que é o diretor de Desenvolvimento do Quadro Associativo do RI, salientou que o fato de não dar sequência a essas indicações é uma grande falha e arranha a nossa imagem pública. Pense nisso. Uma pessoa entra em contato com você, e você a ignora totalmente. O que isso diria sobre você? E sobre o grupo ou organização que você representa?  No mundo corporativo, as empresas vão atrás de contatos e visitas para gerar negócios, muitas vezes sem obter resultados positivos. No nosso caso, as pessoas estão vindo a nós por meio deste sistema, pedindo para fazer parte do Rotary. A maior parte do trabalho já está feita!

Continuar lendo